Viagem com pet: Dicas para levar seu bichinho com você no avião

Viagem com pet: Dicas para levar seu bichinho com você no avião

Quem possui um animalzinho de estimação e não quer ficar longe dele nem mesmo quando decide viajar para um período de férias, precisa estar atento para alguns cuidados, especialmente no caso da viagem ser de avião. É possível fazer a viagem com pet e levar cão ou gato com você e sua família na cabine de passageiros. Para isso, o dono do bichinho deve pedir a reserva do animal ao marcar a passagem, além de providenciar o kennel adequado para o transporte. Mas atenção:

  • Em caso de viagem nacional, o animal precisa ter a carteira de vacinação e uma declaração do veterinário dizendo que ele está saudável.
  • Para as viagens internacionais, é preciso ir à Secretaria da Agricultura e pegar a mesma declaração.
  • Há países, como os da Europa, que exigem o chip de identificação do animal. Por isso, recomenda-se buscar informações prévias a respeito ou até mesmo pedir ajuda à agência de turismo que você contratar.

Outra dica importante sobre viagem com pet é conferir também o que dizem as empresas aéreas porque as regras para levar o animalzinho podem variar de uma para outra. O peso máximo e a idade do cão ou gato, as dimensões do kennel e até a quantidade de animais, por exemplo, são itens tratados de formas diferentes por Gol, Azul, Avianca e LaTAM. Reunimos abaixo os principais tópicos sobre viagem com pet nas quatro companhias.

Viagem com pet na Gol

viagem com pet

  • Cães e gatos em todos os voos domésticos e internacionais operados pela GOL.
  • A partir dos quatro (4) meses de idade.
  • Com peso máximo de 10 kg, incluindo a caixa de transporte (kennel).
  • O pet deve ser mantido dentro da caixa de transporte na sala de embarque, durante todo o voo e na sala de desembarque.
  • No voo, o kennel deverá ser acomodado abaixo do assento da poltrona a sua frente o tempo todo. Isso garante a segurança de seu pet e uma viagem mais agradável.
  • Há um limite de um pet por passageiro, e no máximo quatro pets por voo. Eles precisarão ser acomodados um por fileira.
  • Não é permitido embarcar o pet com passageiro que for menor desacompanhado ou que tiver criança no colo, por motivos de segurança.

Saiba mais.


Viagem com pet na Azul

  • O peso total (animal + container) deve ser de, no máximo, 5 kg. O animal deverá estar limpo, saudável e sem odor desagradável.
  • Para transporte de animais na Azul, são aceitos dois tipos de embalagem: o container rígido ou a mala flexível. As dimensões devem ser de, no máximo, 43 cm comprimento X 31,5 cm de largura X 20 cm de altura.
  • Durante o voo, o pet precisa dos mesmos cuidados que tem em terra. Por isso, o piso interno deve ser revestido com um material que contenha e absorva urina e fezes, evitando vazamento durante o transporte;
  • A embalagem para transporte de animais vivos deve ser resistente, segura, impermeável e confortável para o animal;
  • Para viagens com destino a Fernando de Noronha, além da documentação citada nos tópicos anteriores, é necessária a Autorização de Entrada de Animais na Ilha, expedida pela Secretaria de Meio Ambiente e Turismo de Fernando de Noronha pelo telefone (81) 3619-0810.
  • A Azul não transporta animais em voos internacionais.

Saiba mais.


Viagem com pet na Avianca

  • É limitado o transporte de 3 (três) animais por voo na cabine de passageiros. Dentre estes, 1 (um) por passageiro e 1 (um) por embalagem, exceto no caso de ninhada (separada da mãe), pertencente à mesma fêmea. Neste caso, são aceitos 2 filhotes na mesma caixa de transporte, seguindo os mesmos procedimentos de acomodação.
  • Não é permitido o embarque de animais na cabine sob a responsabilidade um menor desacompanhado.
  • Filhotes (de cães/gatos) com idade inferior a oito semanas não devem ser aceitos devido aos efeitos de desidratação causados pelo transporte aéreo.
  • Para aqueles com idade inferior a 12 (doze) semanas, de raças pequenas e mais suscetíveis à desidratação, é necessário um certificado veterinário, atestando que os mesmos estão em condições de serem transportados.
  • A Avianca não aceita fêmeas grávidas, a menos que haja um certificado emitido pelo médico veterinário, atestando que o animal se encontra em boas condições para viagem e que não há risco de ocorrer o nascimento durante a viagem.
  • A Avianca não aceita para transporte aéreo fêmeas no cio, ou ainda amamentando, nem animais não desmamados.
  • O peso do animal + caixa de transporte não pode exceder 10 kg.
  • Não é preciso sedar o animal.

Saiba mais.


Viagem com pet na LaTAM

  • Você pode viajar com 1 cachorro ou 1 gato na cabine.
  • Quantidades maiores de cachorros ou gatos podem ser transportados apenas no compartimento de carga do avião.
  • Seu animal de estimação deve ter mais de 8 semanas de idade; se você viaja para os Estados Unidos, ele precisa ter mais de 4 meses.
  • Cães-guia e animais de assistência emocional podem viajar na cabine do avião sem qualquer custo, mas é preciso apresentar documentação médica.
  • Não é permitido viajar com animais para os seguintes destinos: Ilhas Galápagos (Equador), Austrália, Nova Zelândia, Papeete (Taiti) e Inglaterra.
  • Nas viagens compartilhadas com outras companhias aéreas, prevalece a regra mais restritiva; não se esqueça de verificar as condições e restrições em todas as companhias com quem você vai voar.
  • A LaTAM possui uma lista que restringe o transporte do pet de acordo com a raça por ser considerada perigosa.
  • Quando for viajar com seu animal, você poderá sentar apenas na poltrona da janela
  • Por questão de segurança, você não poderá se sentar nas saídas de emergência

Saiba mais.

 

Gostou das dicas de viagem com pet? Confira também nosso material com 15 boas práticas de alimentação do seu bichinho de estimação. Baixe aqui.

Todas as notícias

NÓS LIGAMOS PRA VOCÊ!

Como conheceu a Vaticano?*
Portal Vaticano 2018 © Todos os direitos resevados | Por: Agência Nectarina