Curitiba: 41 3019-3006 | Bal. Camboriu/SC: 47 3361-0400
Palhoça: 48 3242-3009 | Florianópolis/SC: 48 3236-3006

4 dicas para escolher o seu animal de estimação

4 dicas para escolher o seu animal de estimação

Quem não gosta de pensar na possibilidade de ter um “cãopanheiro” para todas as horas ou um bichano que de tão charmoso parece dar outro clima ao ambiente da casa. Mas entre pensar em ter um pet e concretizar este desejo existe um longo caminho. A decisão de buscar um animal de estimação deve ser tomada com muita serenidade. Afinal, são muitas as responsabilidades que deve-se assumir e um pet é praticamente um membro da família que merece muito carinho, atenção e cuidados específicos para garantir a boa saúde  e a alimentação adequada dele.

Caso esteja pensando em ter um pet, a pergunta que você deve responder é:

Estou preparado para cuidar de um animal de estimação?

Este questionamento é importante de ser feito porque infelizmente ainda é muito comum ver pessoas abandonarem seus cães e gatos em lugares ermos simplesmente por desistirem de ficar com eles.

Mas também pudemos acompanhar nos inúmeros eventos pet que a Vaticano participa o quanto cães e gatos fazem a diferença na vida de crianças, jovens e adultos. Por isso, reunimos a seguir dicas compiladas de sites especializados que você pode seguir neste momento de reflexão sobre ter ou não um animal de estimação.

Confira.

Onde você mora

Esta é uma das questões essenciais. Ter um pet em apartamento não é mais um empecilho porque muitos condomínios permitem, desde que sejam seguidas regras como o trânsito dos animais nas áreas de uso comum. Em casa, há sempre o fator de espaço no quintal para que os bichinhos possam ter maior liberdade para circular. Reflita: como é para você ter um pet onde você mora atualmente?

Rotina de trabalho

Neste caso, o importante é ponderar se vale a pena ter um pet se sua rotina de trabalho permite pouco tempo para outras atividades, especialmente no caso de pessoas solteiras ou se casais que possuem rotinas parecidas, que passam muito tempo fora de casa. Em que momento poderão se dedicar ao pet? Dar atenção e não falhar nos itens essenciais como alimentação e reposição de líquidos. Esta reflexão é o que costuma estar por trás das histórias em que animais de estimação permanecem no convívio das famílias por muitos e muitos anos, como relatado no site da Vaticano nas homenagens aos pets que partiram, como a Maggy e o Arthur.

Comprar ou adotar

Encontrar um bichinho de estimação não é o problema. O problema é escolher o pet que se quer (cão ou gato, qual raça…) e a forma como se pode conseguir o que se deseja. Há os que preferem comprar em lojas especializadas ou de criadores. Mas há quem opte por conferir as feiras de adoção que ocorrem com frequência na maioria das cidades e lá encontra o companheiro tão desejado, independentemente de raça definida ou não. O importante é que esta decisão sobre como conseguir o pet não pese mais adiante.

Custos de manutenção

A decisão de ter um pet também envolve aspectos financeiros. Cabe no seu orçamento todos os custos com alimentação, acompanhamento veterinário e outros gastos com camas, casinhas, roupinhas e brinquedinhos? O valor envolvido na manutenção de um pet varia conforme a raça e o porte do seu bichinho, mas pensando numa média, verifique quanto você teria disponível para as compras relacionados ao seu cão ou gato. É uma providência importante para garantir também em casos de emergências que exigem cuidados extras e atenção veterinária redobrada.

Gostou das dicas? Se já possui um pet, que tal compartilhar sua história e a de seu animalzinho de estimação? Conte para a Vaticano como o conheceu e qual a importância do seu pet na sua vida.

Todas as notícias

NÓS LIGAMOS PRA VOCÊ!

Como conheceu a Vaticano?*
Portal Vaticano 2018 © Todos os direitos resevados | Por: Agência Nectarina