topo-baleia

Adolescentes e o suicídio: A importância do diálogo entre as famílias

Por Mylena Cooper, pesquisadora da psicologia do luto e de ritos fúnebres, publicitária e sócia do Crematorium Vaticano.

O que até alguns anos atrás era comum, o jantar diário reunindo toda a família era também uma forma de conversar e saber como foi o dia de cada um. Com o avanço da tecnologia nos smartphones, cada vez mais cada pessoa passa o dia “dentro” do seu próprio mundo, trocando mensagens e curtidas, e deixa de conversar com quem está ao seu lado.

Fundamental para estreitar os laços entre pais e filhos, a conversa diária com a pergunta básica “Como foi o seu dia?” envolve muito mais do que uma simples curiosidade. A troca de palavras funciona como uma troca de emoções, e muitas vezes é possível perceber ali naquele momento que o outro não está bem. E a falta dessa proximidade entre os membros da família pode causar mais prejuízos do que se imagina. Inclusive evitar acidentes e até o suicídio.

O debate sobre o suicídio está em alta no Brasil devido ao jogo virtual “Baleia Azul” e à série da Netflix “13 Porquês” (13 Reasons Why). No primeiro, adolescentes entram em desafios que ficam mais difíceis a cada fase e a última etapa é tirar a própria vida. Já na série, uma garota conta – após a morte – os motivos que a levaram a cometer suicídio.

266x220-20110510141718-paiObservando-se o momento e a idade dos filhos, esse debate também pode ser levado para casa pelos pais. É importante saber com quem os filhos andam, com quem falam, se comunicam, o que assistem. E perguntar, sempre. “O que você acha disso?” “Você conhece alguém que esteja passando por isso?”.

Ao perceber alguma alteração no comportamento dos filhos, os pais devem buscar ajuda. Perceba os sinais. Se a criança ou adolescente anda muito quieto, só quer dormir, não encontra mais os amigos, não quer ir à aula, pode ser sinal de depressão. Jamais o julgue incapaz ou preguiçoso. A depressão é uma doença séria e que precisa ser tratada com a ajuda de profissionais da saúde como psicólogos e psiquiatras. E abra o diálogo em casa.

Compartilhar
Posted in Crematório Vaticano, Curiosidades, Mídia, Novidade and tagged , , .