Doula da morte e o acompanhamento do fim da vida!

Doula é uma palavra de origem grega, que significa “aquela que serve” e foi temática muito popularizada nos últimos anos, tendo em vista o aumento na procura de gestantes por partos mais humanizados e com menos intervenções médicas. A Doula do nascimento é uma profissional que tem como função acompanhar a gestante durante o período de gravidez, parto e período pós-parto, além de apoiar, encorajar, oferecer conforto e suporte emocional nestes momentos. Além disso, é comum que defendam o parto mais natural possível, evitando medicações e intervenções.

Ainda sem regulamentação, atividade começa a se popularizar no mundo. Imagem/internet

Já no segmento funeral, a atividade de Doulas da morte - ou do fim da vida – é relativa à pessoas que acompanham aqueles que estão morrendo, sejam doentes em estado terminal ou idosos. Assim como as Doulas do nascimento, as Doulas da morte objetivam trazer conforto, apoio, ouvidos e atenção àquelas pessoas que estão no fim de suas vidas.

Abaixo, alguns dos suportes prestados por estas profissionais:

✨Acolhe os sentimentos;

✨Esclarece dúvidas;

✨Garante que os últimos desejos sejam atendidos;

✨Dá suporte em burocracias;

✨Presta ou auxilia o apoio espiritual;

✨Traz clareza sobre as etapas evolutivas do processo da morte.

O trabalho ainda não é regulamentado aqui no Brasil, mas existem diversos treinamentos e cursos disponíveis. Dentre as habilidades necessárias para ser uma Doula, pode-se destacar a de ser boa ouvinte, ter empatia e, claro, boa comunicação é fundamental. Aqui no Brasil, o tema “morte” ainda é cheio de tabus. Pesquisas recentes revelam que 74% dos brasileiros não gostam de falar sobre a morte e não se preparam para o momento. Precisamos abordar essas temáticas e tornar conversas como essas - tão importantes - cotidianas para nossa evolução e consciência. Afinal, todos nós enfrentaremos momentos de luto. A gente precisa falar sobre a morte.

Amanda Castro / Idealizadora do projeto DF | direitofunerario.com.br

Amanda é advogada desde os 24 anos  e atua na área, de forma apaixonada, desde 2012. Formada em Direito pela Universidade São José, no Rio de Janeiro; Especializada em Advocacia Coorporativa e Direito Funerário; Pós-Graduada em Direito e Processo do Trabalho pela UCAM-RJ; e Pós-Graduanda em Compliance e Integridade Corporativa pela PUC-Minas.

Com ímpeto inovador e espírito empreendedor – após intensa e enriquecedora experiência à frente da Gerência Jurídica de um grande grupo econômico do segmento funeral e cemiterial do Rio de Janeiro – Amanda encontrou no Direito Funerário mais do que seu propósito profissional, mas, sim, um desafio de trazer referência, clareza e tecnicidade a um assunto tão necessário e, infelizmente, negligenciado pela coletividade.

Conheça os canais de conteúdo:

youtube.com/direitofunerario | @direitofunerariobrasil | @advamandacastro

 

Veja também:

O que é Direito Funerário?

Link: https://www.portalvaticano.com.br/noticias/o-que-e-direito-funerario

 

 


Compartilhe essa notícia:

A Vaticano possui a mais completa estrutura para melhor atender seus clientes, contando com Capelas de Velório, Cemitério, Crematórios, Crematórios Pet, Floricultura e Distribuidora de Flores. Buscamos constantemente o aprimoramento no atendimento às famílias enlutadas e de nossos profissionais. Estamos sempre em busca de inovações no setor. É uma empresa de origem familiar, e hoje, é administrada pela terceira geração.