Meu pet tem ansiedade. O que fazer?

E pensar que os bichinhos de estimação também sofrem de ansiedade. Sim, e geralmente começa na fase infantil, quando o filhote nasce com temperamento de ser um cão mais ansioso, mais reservado, mais tímido, inseguro ou medroso, provavelmente esse filhote já tem uma tendência a desenvolver distúrbios de ansiedade.

Imagem/ internet

Porém, os cães mais ativos e corajosos também podem desenvolver o distúrbio de ansiedade, mas em uma outra categoria, mais relacionada pelo estresse, pela falta de atividade, pela solidão. Ou seja, o distúrbio de ansiedade está relacionado à fase de socialização, educação e a fase infantil do filhote. Por isso, fique atento a estes sintomas:

Falta de atenção

Medo de modo geral

Sensibilidade a barulhos (fogos de artifícios)

Medo de altura

Agressivo

Ansiedade de separação

Comportamentos compulsivos (comer objetos, alimentos em excessos).

E durante as crises geralmente apresentam tais sinais:

Xixi fora do lugar

Batimentos cardíacos acelerado

Uivos ou choros

Salivação excessiva

Respiração acelerada

É muito importante saber gerenciar certos comportamentos para que fiquem calmos e melhorar o bem estar desses bichinhos que tanto nos trazem alegrias. Separamos aqui algumas dicas para que seu pet tenha uma vida mais equilibrada e feliz:

Ensine o seu pet desde cedo a se acostumar com sua ausência

Estabeleça uma rotina para seu cãozinho

Encha o ambiente dele com vários estímulos e atividades

Crie diariamente uma rotina de passeio com ele

Separe um tempo do seu dia exclusivamente para ele (dê muito atenção)

Evite deixá-lo sozinho por muito tempo

Se mesmo assim, os sintomas não reduzirem e se tornarem mais grave, o mais correto é procurar um médico veterinário. Atualmente já existem muitos especialistas em comportamento canino e em psicologia animal.

Texto Alethea Corrêa

Fonte: internet

 

Veja também:

Saiba identificar a depressão no seu pet

Acesse o link: https://www.portalvaticano.com.br/noticias/depressao-canina-tristeza-profunda

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Compartilhe essa notícia:

A Vaticano possui a mais completa estrutura para melhor atender seus clientes, contando com Capelas de Velório, Cemitério, Crematórios, Crematórios Pet, Floricultura e Distribuidora de Flores. Buscamos constantemente o aprimoramento no atendimento às famílias enlutadas e de nossos profissionais. Estamos sempre em busca de inovações no setor. É uma empresa de origem familiar, e hoje, é administrada pela terceira geração.