Como identificar gripes em cães e gatos!

Como identificar gripes em cães e gatos!

Um alerta para os dias frios, no outono e inverno. É nesta época que os casos de gripes e resfriados aumentam  em humanos,  porém em animais de estimação cresce cerca de 20%. A gripe é causada por vírus e bactérias que se propagam entre animais, da mesma forma que ocorre em humanos, por meio do ar. E como identificar quando um bicho de estimação está com gripe?

Imagem:internet

                      

Espirros frequentes, olhos lacrimejantes muitas vezes podem confundir com  uma alergia. Portanto, é muito importante ficar atento aos demais sintomas: secreção nasal, apatia ( quando ficam muito tempo parado, sem apetite, sem vontade de beber água, alguns ficam roucos e perdem até o latido). A tosse também é um dos sintomas nos cachorros, diferente da tosse dos humanos, parece que o cão está engasgado, dando a impressão que tem algum resíduo na região da  garganta. Em casos mais sérios podem ser acometidos por febre. Nos gatinhos as narinas ficam quentinhas, também tem espirros, a tosse tem o som mais abafado, e muita secreção, principalmente nos olhos.

imagem: internet

                        

Se for detectados esses sintomas, a primeira coisa a fazer é levar o animalzinho para uma consulta veterinária. É o médico veterinário que irá indicar o tratamento adequado baseado na idade, peso, raça e histórico de saúde do pet.

A veterinária Mariana Buch afirma que a maior complicação da gripe são as doenças secundárias, infecções secundárias, pneumonias, pneumopatias que podem levar a óbito, ou trazer complicações severas. Por isso, são tratadas somente com antibióticos. Quanto mais cedo tratar a doença, mais chance de recuperar rápido.

E quais são os cuidados de prevenção que  você deve ter com seu melhor amigo de quatro patas?

Primeiro passo é manter a vacinação anual em dia que ajuda proteger os pets. Mantê-los hidratados, proporcionar alimentação saudável.  Evitar levá-los em lugares com temperaturas baixas, mantê-los longe de correntes frias, não dar banho enquanto estiver se recuperando. Evitar lugares aglomerados,  pois contatos com animais desprotegidos também podem provocar a transmissão do vírus da gripe.

Prevenção

Você sabia que existe a vacina contra a gripe para os pets?

Sim, ela existe. E a recomendação é uma dose da vacina todos os anos, de preferência 20 dias antes de entrar o outono. A aplicação é feita por um veterinário, e é bem tranquila, é via subcutânea e normalmente os pets não tem nenhum tipo de desconforto e sintomas pós-vacinal.  Vale lembrar que a gripe de cachorros e gatos não é transmitida para os humanos, assim como a gripe dos humanos não é contagiosa para os bichinhos de estimação.

 

 


Compartilhe essa notícia:

A Vaticano possui a mais completa estrutura para melhor atender seus clientes, contando com Capelas de Velório, Cemitério, Crematórios, Crematórios Pet, Floricultura e Distribuidora de Flores. Buscamos constantemente o aprimoramento no atendimento às famílias enlutadas e de nossos profissionais. Estamos sempre em busca de inovações no setor. É uma empresa de origem familiar, e hoje, é administrada pela terceira geração.