Você sabia que 60% dos animais mortos são descartados indevidamente?

Você sabia que 60% dos animais mortos são descartados indevidamente?

Hoje o brasileiro vive a humanização dos pets, o animalzinho de estimação é considerado membro da família. Mas quando esse pet morre? A primeira atitude do tutor é colocá-lo dentro de sacos ou sacolas plásticas e enterrá-lo no quintal de casa para que o animal continue perto da família.

No entanto, é considerado proibido enterrar animais em quintais de casas, terrenos baldios, ou até mesmo descartá-los em rios ou águas correntes. Os danos podem ser muitos bem como para a saúde de outros animais, da família e também para o meio ambiente. Mesmo sendo bem embalados a decomposição desses animais, propriamente dito o necrochorume contamina o solo e os lençóis freáticos. Animais que morreram em decorrência de doenças que podem ser transmitidos para o homem como leptospirose, raiva, toxoplasmose, entre outras viroses a situação pode ficar mais grave ainda.

Uma pesquisa de 2019 do Instituto de Geociência da USP revelou que a maioria dos animais mortos é enterrada pelos donos. Dos outros, 7% são colocados em sacos de lixo na calçada ou em caçambas, 20% são jogados na rua e apenas 13% são entregues a uma clínica veterinária para a destinação correta.

Embora os tutores não pensem no momento quando perdem seus pets, mas a opção mais adequada é cremar o animal. A cremação pet não agride o meio ambiente, é mais prático e ainda pode ser guardado as cinzas, como pode ser colocados em vasos de plantas, ser incrustrados em cristais com formatos personalizados e até ser transformados em diamante.

Vale lembrar que comete crime ambiental quem for pego jogando animais mortos em lugares inapropriados, pode ser enquadrado no artigo 54 da Lei de Crimes Ambientais e ganhar multa com valores entre R$500 e R$ 13 mil reais dependendo do peso e da quantidade de animais.

Art. 54. Causar poluição de qualquer natureza em níveis tais que resultem ou possam resultar em danos à saúde humana, ou que provoquem a mortandade de animais ou a destruição significativa da flora: Pena - reclusão, de um a quatro anos, e multa.

A Vaticano possui a mais completa estrutura para melhor atender seus clientes, contando com Capelas de Velório, Cemitério, Crematórios, Crematórios Pet, Floricultura e Distribuidora de Flores. Buscamos constantemente o aprimoramento no atendimento às famílias enlutadas e de nossos profissionais. Estamos sempre em busca de inovações no setor. É uma empresa de origem familiar, e hoje, é administrada pela terceira geração.

2º via Boleto