Dia dos mortos no México é celebrado com festa!

Dia dos mortos no México é celebrado com festa!


É muito comum vermos no dia de finados, “dia dos mortos” pessoas visitarem cemitérios e relembrarem aqueles que já se foram. Dia dos mortos é um dia de reflexão, para muitos é dia de introspecção.  É uma data  simbólica, porém  tem várias maneiras de ser comemorada pelo mundo e são culturas das mais contraditórias.
No México, por exemplo, é uma data comemorada de forma feliz. A origem da festa é anterior à chegada dos espanhóis ao país, pois na época vários povos indígenas que moravam no México praticavam um culto que celebrava a vida dos seus ancestrais. O ritual indígena era comandado pela deusa “Mictecacíhuatl” considerada a “Dama da Morte” que atualmente é relacionada à “La Catrina” que são as famosas caveiras mexicanas e tão comuns vistas em  lenços, camisetas, roupas da moda, entre outros acessórios  encontrados pelos comércios do país. Segundo a lenda, nos dias 1 e 2 de novembro os mortos têm permissão divina de voltar à terra para visitar seus parentes e amigos. E para receber esses parentes falecidos, os vivos enfeitam a casa com flores, incensos, velas e preparam até a comida preferida do falecido, se fantasiam de caveiras, vestem roupas pintadas de esqueleto ou da morte para festejar o dia.

Foto:divulgação

                                         


Tem os que vão aos cemitérios com cerveja e comida, tem até “mariachis” ao redor de túmulos que cantam para animar o ambiente. Existem os doces fúnebres, o pão do morto é doce e decorado com figuras de ossos e polvilhado  com açúcar mascavo.  São vários rituais durante a celebração, dos mais simples como fazer um altar com flores e a foto do falecido, dos mais inusitados, como de um cemitério na região maia chamado Pomuch que os corpos são exumados e os ossos passam por higienização a cada dois de novembro. A caveira da morte, personagem principal da celebração está virando praticamente uma religião, em alguns bairros mais violentos da região, a santa é representada por um esqueleto vestido com uma túnica como se fosse a virgem Maria e é cultuada por milhares de pessoas.

Foto:divulgação

                                         

 

O evento é considerado o principal e mais animado do país que até virou desenho animado para as crianças que explica sobre o Dia dos Mortos. Além de receberem um presente por esta data, chamado de calaverita (caveirinha). Ou seja cada cultura tem seu valor e seus significados. Nada de julgar e achar estranho!  Afinal, se os mexicanos  cresceram e aprenderam a comemorar o Dia dos Mortos desta forma, para eles não tem nada de estranho, certo?


Compartilhe essa notícia:

A Vaticano possui a mais completa estrutura para melhor atender seus clientes, contando com Capelas de Velório, Cemitério, Crematórios, Crematórios Pet, Floricultura e Distribuidora de Flores. Buscamos constantemente o aprimoramento no atendimento às famílias enlutadas e de nossos profissionais. Estamos sempre em busca de inovações no setor. É uma empresa de origem familiar, e hoje, é administrada pela terceira geração.