Conheça um pouco mais sobre o Dogo Argentino.

DOGO ARGENTINO

O Dogo Argentino é um dos cachorros mais populares do continente americano, é do tipo bulldog, conhecido pelo seu tamanho grande, a pelagem branca e um visual super poderoso. Essa raça se desenvolveu na província de Córdoba durante a década de 1920 pelo Dr. Antonio Nores Martinez que buscava um cachorro excepcionalmente forte e resistente e que fosse um verdadeiro lutador. Naquela época os cachorros de lutas eram bem comuns na Argentina e também em outros lugares do mundo. Em Córdoba usavam a expressão “cachorros de lutas cordobês”. Nores Martinez usou esses cachorros como progenitores para o dog argentino, porém buscava um cachorro que tivesse uma personalidade mais estável e que tivesse mais controle sobre sua agressividade.

E quando as brigas começaram a ser mal vistas pela sociedade ele começou a orientar essa raça para ser um cão direcionado mais para a caça. E o resultado foi exatamente o que Nores esperava, o dogo argentino se converteu para caçador de javalis, de porcos selvagens e raposas. Para chegar ao padrão de hoje em dia, a raça foi cruzada com outras raças de cachorros. Foi reconhecida oficialmente pela Federação Cinológica Argentina em 1964 e pela Federação Cinológica Internacional em 1973.

Imagem/ internet

Características

O dogo argentino é um pet atlético e de porte grande, robusto, musculoso e harmônico. De cor branca e pelo curto. Em climas quentes a pelagem fica fina e pode até aparecer a pele, cuidar para não ocorrer queimaduras na pele devido ao excesso de exposição ao sol. Já nos climas frios o pelo fica mais grosso e denso. De acordo com o padrão da raça a sua cor é branca, porém com alguma mancha preta ou escura próxima aos olhos.

Altura dos machos: entre 60 e 68 cm até a cernelha.

Peso: de 40 a 45 quilos.

Altura das fêmeas: entre 60 e 68 cm até a cernelha.

Peso: 40 a 43 quilos.

Comportamento

Apesar de ser treinado para brigas no passado, hoje são completamente afetuosos, leais e superprotetores, inteligentes e sensíveis. Pacientes, bondosos, brincalhões e se dão muito bem com crianças.

Cuidados

Escovar semanalmente os pelos. Banho mensal a cada dois meses. Atenção com muito calor e frio. Entre 2 a 3 passeios diários. Exercícios moderados. Portanto, o mais recomendável é que ele viva em uma casa ampla com espaço para correr.

Saúde

Visitar o veterinário a cada 6 a 12 meses. Obedecer ao calendário de vacinação. Desparasitação interna e externa.

Expectativa de vida: 10 e 12 anos.

 

Texto: Alethea Corrêa

 Fonte: Internet

 

Veja também

Os pets também podem doar sangue?

Acesse ao link: https://www.portalvaticano.com.br/noticias/doar-sangue-pets


Compartilhe essa notícia:

A Vaticano possui a mais completa estrutura para melhor atender seus clientes, contando com Capelas de Velório, Cemitério, Crematórios, Crematórios Pet, Floricultura e Distribuidora de Flores. Buscamos constantemente o aprimoramento no atendimento às famílias enlutadas e de nossos profissionais. Estamos sempre em busca de inovações no setor. É uma empresa de origem familiar, e hoje, é administrada pela terceira geração.