10 coisas que deixam seu gato muito irritado!

10 coisas que deixam seu gato muito irritado!

Os gatos são corajosos, autoconfiantes, brincalhões, afetuosos, mas também são sensíveis a mudanças e não é de se estranhar que muitos deles possam passar por momentos de estresses, ficam irritados e ansiosos ao logo da sua vida. O estresse é a reação do organismo contra alguns estímulos. E quando se torna crônico pode afetar o bem-estar dos felinos, causar problemas de comportamentos e até favorecer o aparecimento de doenças. Por isso, separamos 10 situações para que você possa evitar de não deixar seu felino estressado.

Divulgação

barulhos; altos

Água – É uma das coisas que o gato odeia, mesmo que caia somente algumas gotas sobre seu corpo, ele corre longe do local com toda a velocidade. É compreensível que muitos gatos não gostem de água. Por exemplo, muitos ficam presos em um aguaceiro sem abrigo, são borrifados com água, tomam banhos forçados. Por isso, a socialização do contato com a água quando ainda são filhotes é tão importante.

Fazer coisas que não querem – Gatos gostam de manter seu espaço para se sentirem livres, por isso ficam irritados com abraços, apertos quando não querem afeto. Pois se sentem sufocados, presos e os deixam estressados.

Visitas ao veterinário – O ideal é acostumar o bichano a passear na caixinha de transporte desde filhote para acostumá-lo a sair do seu habitat e não estranhar. Do contrário, ficam muito irritados com a saída do seu conforto e tranquilidade dentro de uma caixa. E preferir sempre uma clínica veterinária que já esteja adaptada a lidar com gatos estressados.

Barulhos altos - Barulhos muito altos como gritos, fogos de artificio, aspirador de pó, secador de cabelo e tempestades são apenas alguns barulhos que deixam o gato assustado e irritado. A audição dos bichanos é muito sensível, por isso sempre ouvem os barulhos com mais intensidade.

Sujeiras – Os gatos são animais muito limpos, por isso eles precisam que seu ambiente também seja tão limpo quanto eles. Eles odeiam que sua caixinha de areia esteja suja e que a água do seu pote não seja trocada diariamente.

Mudança de casa – Os gatos são territoriais e se sentem bem controlando o ambiente ao redor deles. E quando mudam de casa ficam irritados, é um motivo de incomodo para eles que pode gerar até quadros de estresse e agressividade.

Um novo membro na família – Pode ser outro gato, um cachorro, outra pessoa ou até mesmo um bebê. Os felinos evitam a companhia, se isolam, ficam mais irritados podendo causar até depressão. Por isso, é muito importante no início fazer uma associação positiva com atividades para distraí-los ou o uso de feromônios sintéticos ajuda a controlar a ansiedade do pet.

Não ter arranhador – Todos os gatos adoram arranhar não só para afiar as unhas, mas também é uma forma de marcar território. O ideal é ter pelo menos um arranhador em casa para que eles possam afiar suas garrinhas. Do contrário, é bem possível que você vai ver seu bichano arranhando seu sofá, por exemplo.

Mudar a comida – Eles possuem um paladar único e especial. Pode acontecer de você mudar a ração ou a comida do seu gato e ele recusar, se mostrar desinteressado, espalhando a comida pelo chão e ainda miando muito. Portanto, se ele recusa a comida é muito importante levá-lo em um veterinário para descartar qualquer tipo de doença. E de qualquer forma a escolha da comida ou ração tem que ser sempre da melhor qualidade.

Importunar - Gatos gostam de sossego e na maioria do seu tempo preferem dormir. Ficar insultando o animal, interrompendo a todo momento sua hora de descanso, estressando o animal com brincadeiras inadequadas, só vai deixar o animal mais irritado correndo o risco de deixá-lo com comportamento mais agressivo.

 

Redação/ Vaticano

 


Compartilhe essa notícia:

A Vaticano possui a mais completa estrutura para melhor atender seus clientes, contando com Capelas de Velório, Cemitério, Crematórios, Crematórios Pet, Floricultura e Distribuidora de Flores. Buscamos constantemente o aprimoramento no atendimento às famílias enlutadas e de nossos profissionais. Estamos sempre em busca de inovações no setor. É uma empresa de origem familiar, e hoje, é administrada pela terceira geração.