Saiba como se prevenir e leia também a história de uma mulher que venceu o câncer

Saiba como se prevenir e leia também a história de uma mulher que venceu o câncer

Autocuidado e Detecção Precoce

Divulgação

O autocuidado é muito importante para detectar qualquer anormalidade no corpo. Pois são um conjunto de práticas que podem diminuir a redução e o surgimento do câncer de mama. No entanto, o autoexame é uma das práticas mais conhecidas. Se notar algo estranho durante seu autoexame, procure um médico imediatamente.  Somente o médico poderá orientar e fazer o tratamento corretamente de acordo com os sintomas. Se for confirmado o câncer no diagnóstico, quanto mais cedo fazer o tratamento, a chance de cura é maior. É importante lembrar que o autoexame não substitui os exames regulares. Mulheres acima de 40 anos devem ficar mais atentas nos cuidados e na prevenção. Fiquem de olho nesses sintomas:

  • Aparecimento de nódulo (caroço) no seio ou na axila. Os nódulos podem apresentar dor ou não, ser duros e irregulares ou macios e redondos.
  • Dor ou inversão do mamilo (volta-se para dentro da mama).
  • Presença de secreção pelo mamilo, sanguinolenta ou não.
  • Inchaço irregular em parte da mama, que pode ficar quente e vermelha.
  • Irritação ou retração na pele ou aparecimento de rugosidade semelhante à casca de laranja.
  • Vermelhidão ou descamação do mamilo ou da pele da mama.
  • Nos casos mais adiantados, pode aparecer uma ulceração na pele com odor desagradável.

Por isso, é muito importante um diagnóstico precoce. Estar em dia com os exames regulares pode salvar e preservar a vida de muitas mulheres. Se cuidar também é amor a vida!

Campanha Outubro Rosa

Cemitério Vaticano da Grande Florianópolis incentiva  Campanha do Outubro Rosa

O Outubro Rosa é um movimento internacional de mobilização contra o câncer de mama que surgiu nos Estados Unidos por volta de 1997, com a iluminação de monumentos na cor rosa. Desde 2008 o Brasil adotou a iniciativa que é coordenada no âmbito nacional pela Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama). Já no Paraná é organizado pelo Instituto Humanista de Desenvolvimento Social (Humsol), ao qual uma das idealizadoras da ONG, Tania Mary Gomes, é vice-presidente da Femama. O Instituto Humsol desenvolve diversas ações alertando sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce como caminhadas, palestras, blitz, exposições, desfiles, oficinas, apresentações teatrais e danças.

 

Tania Mary Gomes

Sede HUMSOL

RUA Marechal Deodoro 252, sala 711

Horário de funcionamento: Todas as terças, quartas e quintas- feiras, das 14 às 17h

 

Minha História…Venci o Câncer!

Meu nome é Patrícia Batista Brasil, tenho 47 anos, sou casada e mãe de três filhos, e gostaria de compartilhar minha experiência de vida. Viver é ter a certeza de que haverá momentos felizes e difíceis. Aos 31 anos, durante o banho fiz o autoexame e detectei um nódulo na mama, e dois dias depois procurei um médico, o qual me diagnosticou com câncer de mama. Após o susto fiquei sabendo que tiraria um quadrante da mama e teria que fazer apenas radioterapia, pois, o nódulo era muito pequeno. Fiz todo o tratamento e superei esse câncer.

Cinco anos depois, fiz uma cirurgia plástica para deixar as mamas do mesmo tamanho, mas, sempre com o acompanhamento do meu oncologista. O tempo passou e aos 42 anos, portanto, 11 anos mais tarde, fiz novamente o autoexame e achei novamente outro nódulo na mama, mas agora do lado esquerdo.

E lá fui eu novamente ao médico, sem perder tempo. Fiz todos os exames e novamente estava com o mesmo diagnóstico: Carcinoma ductal infiltrante e por consequência tive que fazer a mastectomia. Aí pensei, é o segundo e sempre ouvi dizer que o segundo normalmente vem para valer! Naquele exato momento achei que meu mundo iria cair, mas resolvi encarar e lutar. Fiz quimioterapia e vivia enjoada e cansada, mas, sabia que tudo iria passar.

Quando meus cabelos caíram resolvi comprar lenços, pois, não me acostumava com perucas, e assim foram as sobrancelhas, mas sempre dava um jeito de as refazer com lápis. Jamais deixei que a estética me abatesse, enfrentei tudo com naturalidade, pois, sabia que era mais uma batalha a ser vencida.

Durante o tratamento jamais me achei feia, pelo fato de saber que aquela fase iria passar e graças à Deus passou. Nunca deixei de ir às festas e nem fazê-las em minha casa, estava sempre comemorando com meus familiares e amigos, que sempre foram o meu bem mais precioso na vida. Reconstruí novamente a mama e minha vida voltou ao normal, sem nenhum trauma e nenhuma sequela, e é com muita alegria aqui que estou escrevendo a minha história com final feliz! Continuo sempre fazendo acompanhamento médico, que é muito importante.

Por fim, registro que a família é tudo, nossa força, nosso amparo e nosso alicerce. Dedico grande parte de minha superação ao meu marido e meus filhos que sempre estiveram ao meu lado em toda essa caminhada.

Assim, não só vencemos uma batalha e sim ganhamos uma guerra contra o câncer. Graças à medicina já não mais assunta como outrora e a doença diagnosticada precocemente têm grandes chances de sucesso como eu, que a venci com a graça de  Deus!

Redação/ Vaticano

 


Compartilhe essa notícia:

A Vaticano possui a mais completa estrutura para melhor atender seus clientes, contando com Capelas de Velório, Cemitério, Crematórios, Crematórios Pet, Floricultura e Distribuidora de Flores. Buscamos constantemente o aprimoramento no atendimento às famílias enlutadas e de nossos profissionais. Estamos sempre em busca de inovações no setor. É uma empresa de origem familiar, e hoje, é administrada pela terceira geração.