Vaticano disponibiliza última despedida a céu aberto para famílias que perdem entes queridos de COVID-19

Vaticano disponibiliza última despedida a céu aberto para famílias que perdem entes queridos de COVID-19

Pensando nas famílias que não podem velar seus entes queridos e amigos que morreram em decorrência da covid-19, a Vaticano disponibiliza um espaço aberto, no Cemitério Vaticano, de Almirante Tamandaré. A estrutura projetada conta com uma tenda montada no gramado do cemitério com cadeiras, bancos e a base para a urna. A iniciativa surgiu por ser uma medida segura e para as pessoas terem mais espaço entre elas, por precaução nessa época do surto, para que o vírus não se espalhe ainda mais. 

Cemitério Vaticano de Almirante Tamandaré/2020

A despedida ao ar livre permite um número maior de pessoas, mais do que o decreto municipal exige em salas fechadas que são 10. A estrutura comporta uma despedida, por vez, de até três horas. Pode ser feita em qualquer horário por conta de o cemitério realizar sepultamentos nos períodos noturnos, quando necessário, até às 20 horas.

De acordo com a diretora da empresa Mylena Cooper, a despedida a céu aberto substitui as últimas homenagens que eram  geralmente realizadas em salas fechadas.  O espaço ao ar livre também pode receber entes queridos que faleceram em decorrência de outras doenças ou fatalidades. “Depois do velório em sala fechada, a última despedida pode ser realizada ao ar livre, com mestre de cerimônias e violinista”, conta. O agendamento pode ser feito diretamente com a Vaticano, independente se o falecido for sepultado ou cremado. O atendimento é 24 horas.

A última despedida é realizada com mestre de cerimônia

Em caso de morte causada pela COVID-19 a recomendação é que faça o sepultamento ou a cremação direto, sem despedida, para segurança de outras pessoas.  A despedida ao ar livre é uma forma de prevenção, para as pessoas não ficarem tão aglomeradas e se sentirem mais confortáveis e protegidas, e para que não ocorra o risco de mais transmissão. A empresa Vaticano trabalha de acordo com as orientações do Serviço Funerário da Prefeitura Municipal de Curitiba, analisa e atualiza diariamente os protocolos nacionais e internacionais do setor.

Durante os velórios em salas fechadas as pessoas estão sendo orientadas para manter um distanciamento, uma das outras, evitar tocar na pessoa velada, fazer a higienização das mãos com álcool em gel constantemente, evitar aglomeração de gente, mesmo sendo em um evento de luto, sem contar que as salas de velórios estão todas arejadas.

    

A Vaticano tem à disposição um psicólogo para às famílias, caso tenham que interromper os ritos fúnebres culturais por conta da pandemia, o que pode prejudicar o processo do luto. Também já existe uma programação após essa fase atípica onde vai disponibilizar cerimônias de homenagens a todos os entes queridos que se foram nesse período e tiveram  somente uma breve despedida.

Mais informações: 41 3019-3006 ou 3698-6843.


Compartilhe essa notícia:

A Vaticano possui a mais completa estrutura para melhor atender seus clientes, contando com Capelas de Velório, Cemitério, Crematórios, Crematórios Pet, Floricultura e Distribuidora de Flores. Buscamos constantemente o aprimoramento no atendimento às famílias enlutadas e de nossos profissionais. Estamos sempre em busca de inovações no setor. É uma empresa de origem familiar, e hoje, é administrada pela terceira geração.