Crematorium Vaticano promove evento do Dia da Saudade

Crematorium Vaticano promove evento do Dia da Saudade

Nem todo mundo sabe, mas dia 30 de Janeiro é comemorado o Dia da Saudade. A data foi instituída com o objetivo de relembrar com carinho das pessoas que já partiram. Para celebrar a data, o Crematorium Vaticano de Curitiba organiza um evento na Capela Vaticano com o objetivo de homenagear as diversas formas de sentir saudades.

Aberto ao público e gratuito, o evento inicia às 11h e segue até o final do dia. “Sabemos que a correria do dia a dia nem sempre nos deixa parar e refletir sobre aqueles que deixaram saudades em nossas vidas”, explica Mylena Cooper, diretora do Crematorium Vaticano. “Nosso propósito, com esse encontro, é convidar as pessoas para pararem um pouco e pensarem nos seus amigos e entes queridos que já partiram, relembrando os bons momentos vividos juntos”, diz.

As comemorações do Dia da Saudade incluem testes de acuidade visual, oficina de ikebana, presença dos cães terapeutas e ainda uma celebração ecumênica em homenagem e quem deixou saudades. A Capela Vaticano fica na Rua Des. Hugo Simas, 26 – próximo ao Cemitério São Francisco. Mais informações: (41) 3153.7427.

Confira a programação do Dia da Saudade

Homenagens ao Dia da Saudade Quando: 30 de janeiro Onde: Capela Vaticano - Rua Des. Hugo Simas, 26 – próximo ao Cemitério São Francisco Curitiba /PR 11h – Exposição e oficina de Ikebana 13h – Teste de acuidade visual 15h – Presença dos cães terapeutas 18h – Coffee break 18h30 – Cerimônia em homenagem a quem deixou saudades 19h – Soltura de balões Conheça o Mural da Saudade no site do Vaticano.

 


Compartilhe essa notícia:

A Vaticano possui a mais completa estrutura para melhor atender seus clientes, contando com Capelas de Velório, Cemitério, Crematórios, Crematórios Pet, Floricultura e Distribuidora de Flores. Buscamos constantemente o aprimoramento no atendimento às famílias enlutadas e de nossos profissionais. Estamos sempre em busca de inovações no setor. É uma empresa de origem familiar, e hoje, é administrada pela terceira geração.